Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria de Trabalho e Assistência Social
Início do conteúdo

FGTAS divulga perfil de trabalhadores e de vagas de emprego abertas no RS

Publicação:

Divulgação
Divulgação

Em alusão ao Dia do Trabalho (1º de maio), a Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) divulga, nesta sexta-feira, 30 de abril, o perfil dos trabalhadores e das vagas cadastradas nas Agências FGTAS/Sine.

Perfil de trabalhadores

As Agências FGTAS/Sine receberam 85.916 inscrições de trabalhadores em 2020. Desse total, 81,8% eram brancos; 8,7, pardos; 5,8%, negros; 53,7%, homens e 46,2%, mulheres. No momento da busca de emprego, 94,9% estavam em situação de desemprego e 1,9%, à procura do primeiro emprego. Ainda, 59,7% compunham a renda familiar; 28,5% eram chefes de família e 7,5%, dependentes.

O maior contingente de trabalhadores (38,5%) possuía entre 18 a 24 anos; seguido pelas faixas etárias de 30 a 39 anos (17,1%); 40 a 49 anos (15,6%); 50 a 64 anos (12,1%) e 25 a 29 anos (11,4%).

No que tange ao estado civil, 74,1% eram solteiros; 14,4%, casados e 3,6% tinham união estável. Com relação à escolaridade, 43,6% possuíam Ensino Médio completo; 13,7%, Fundamental completo e 6%, Superior completo.

As ocupações mais pretendidas pelos trabalhadores eram:

- alimentador linha de produção (6,84%);

- vendedor de comércio varejista (6,52%);

- auxiliar de escritório em geral (5,33%);

- faxineiro (4,68%);

- atendente de lojas e mercados (4,13%);

- operador de caixa (3,39%);

- recepcionista em geral (2,79%);

- repositor de mercadorias (2,96%);

- auxiliar de serviços de alimentação (2,04%);

- assistente administrativo (1,83%).

Perfil de vagas

Em 2020, foram disponibilizadas 59.333 vagas de trabalho nas unidades da FGTAS, sendo 86% permanentes e 13,4%, temporárias. Do total de vagas oferecidas, 28,9% pertenciam ao setor de serviços; 28,1%, à indústria; 18,4%, ao comércio; 14%, à construção civil e 3,4%, à agropecuária. As ocupações com as maiores quantidades de vagas abertas eram:

- alimentador de linha de produção (13,3%);

- servente de obras (3,92%);

- faxineiro (3,57%);

- vendedor de comércio varejista (3,56%);

- pedreiro (2,48%);

- trabalhador volante na agricultura (2,46%);

- operador de caixa (2,43%);

- motorista de caminhão (2,27%);

- auxiliar nos serviços de alimentação (2%);

- soldador (1,9%)

Com relação à escolaridade, 27% das oportunidades requeriam Ensino Médio completo e 21,9%, Fundamental completo. Por outro lado, 23,9% não exigiam escolaridade e 60,7% também não exigiam experiência. No que tange à remuneração, 63% das vagas ofereciam de 1 a 2 salários mínimos e 13%, de 2 a 3 salários mínimos.

Vagas abertas

Atualmente, as Agências FGTAS/Sine dispõem de 5.098 vagas de trabalho abertas no RS. Desse total, 62,9% não exigem experiência; 32,67% exigem Ensino Fundamental completo e 24%, Médio completo. As unidades com as maiores quantidades de vagas são Caxias do Sul (392), Santa Cruz do Sul (302), Erechim (301), Garibaldi (296), Sapiranga (222) e Bento Goncalves (217).

Já as ocupações com os maiores números de vagas abertas são alimentador de linha de produção (955), vendedor de comércio varejista (160), faxineiro (150), motorista de caminhão (132), operador de telemarketing receptivo (124) e cozinheiro geral (120). No que tange ao setor econômico, 37,2% pertencem ao setor de serviços; 36%, à indústria; 16,2%, ao comércio e 9,7%, à construção.

A remuneração de 51,2% das vagas varia de 1,5 a 2 salários mínimos; 16,8%, de 2 a 3 salários mínimos e 9,4% de 1 a 1,5 salários mínimos.

Para se candidatar às oportunidades,os trabalhadores devem acessar o aplicativo Sine Fácil (disponível na Play Store e Apple Store) ou buscar atendimento presencial na Agência FGTAS/Sine mais próxima para se candidatar às vagas de emprego.

Nas Agências, é permitida a entrada e permanência de público equivalente ao número de atendentes disponíveis. É obrigatório, ainda, o uso de máscara e distância de, no mínimo, dois metros entre os trabalhadores que aguardam atendimento nas filas que se formarem eventualmente. A relação de endereços e telefones das unidades está disponível no site: https://www.fgtas.rs.gov.br/agencias-fgtas-sine.

 

Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social