Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Tendência japonesa de decoração é tema de curso inédito na Casa do Artesão de Porto Alegre

Publicação:

Programa Gaúcho do Artesanato
Programa Gaúcho do Artesanato

A Casa do Artesão de Porto Alegre oferecerá, pela primeira vez, curso de Amigurumi, técnica artesanal japonesa, que é tendência de decoração, principalmente, para quartos infantis e tem função terapêutica para bebês prematuros.

A técnica surgiu nos anos 1980, no Japão. O nome é uma junção de ami (tricô ou malha) com nuigurumi (bichos de pelúcia). Consiste em bichinhos de tricô ou crochê que servem como uma alternativa aos bonecos tradicionais para crianças alérgicas a fibras sintéticas. Outra vantagem do amigurumi é de que pode ser lavado na máquina, pois, como é produzido com linhas de algodão, é mais resistente.

Ainda, em 2013, bonecos em formato de polvo começaram a ser utilizados em UTIs neonatais na Dinamarca. Hoje, a técnica também está presente nos hospitais brasileiros. A explicação é de que, ao abraçar o boneco, os bebês não se sentem tão sozinhos na incubadora, ficam mais tranquilos e mantém a frequência cardíaca mais baixa.

A instrutora do curso de Amigurumi será a artesã Lucia Salete da Silva, que há dois anos e meio trabalha com a técnica. “Para mim o artesanato é uma forma de transmitir amor e energia para as outras pessoas e de resgatar a nossa criança eterna e ficar em harmonia. A minha expectativa para o curso é de colocar emoção no meu trabalho, dividir e trocar experiências e conhecimento e, assim, crescer”, destaca. Lucia é professora aposentada e começou a produzir artesanato aos 15 anos, quando uma freira da escola em que estudava em Três de Maio ensinou-lhe tear e macramê.

Além da técnica de Amigurumi, a Casa do Artesão de Porto Alegre (Av. Júlio de Castilhos, 144) também recebe inscrições para outros cinco cursos de artesanato. Interessados devem comparecer ao local com Carteira de Identidade.

Ao final dos cursos, os participantes com frequência mínima de 70% das aulas receberão certificação. A carga horária é de 80 horas-aula para todas as capacitações, exceto a de Bonecas de tecido que terá 30 horas-aula. Os cursos possuem mensalidades no valor de R$ 180. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (51) 3226-3055. Confira, a seguir, a programação dos cursos.

De 18/3 a 12/6/2019 - as segundas e quartas-feiras:

Tecelagem básica (das 9h às 12h)

Tecelagem avançada (das 14h às 17h)

De 19/3 a 18/6/19 - as terças e quintas-feiras:

Amigurumi (das 9h às 12h)

Entalhe em madeira básico (das 9h às 12h)

Pintura em tela acrílica (das 14h às 17h)

De 19/3 a 18/4/19 - as terças e quintas-feiras:

Bonecas de tecido (das 14h às 17h).

Programa Gaúcho do Artesanato

A Casa do Artesão é uma ação do Programa Gaúcho do Artesanato (PGA), desenvolvido pela Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS). O Programa incentiva a profissionalização e fomenta a atividade artesanal com políticas de formação, qualificação e apoio a comercialização. É responsável pela emissão da Carteira de Artesão, que viabiliza a isenção de ICMS para a circulação de produtos, a emissão de notas fiscais e a exportação de produtos como pessoa física, além da participação de exposições e feiras para comercialização dos produtos.

Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social