Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda
Início do conteúdo

Agências FGTAS/Sine ofertaram mais de 10,9 mil vagas de trabalho em outubro

Publicação:

Divulgação
Divulgação

O Rio Grande do Sul registrou 113.915 admissões e 94.437 desligamentos, totalizando saldo de 19.478 postos de trabalho, em outubro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No mesmo período, as Agências FGTAS/Sine disponibilizaram 10.943 vagas de trabalho no estado. Os dados foram apresentados pelo secretário do Trabalho, Emprego e Renda, Ronaldo Nogueira, e pelo diretor-presidente da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social, Rogério Grade, durante live transmitida pela página da FGTAS no Facebook, na manhã desta quinta-feira, 2 de dezembro.

Na ocasião, o secretário, Ronaldo Nogueira, enfatizou que todos os setores econômicos apresentaram saldo positivo na geração de emprego e explanou sobre a importância do trabalho realizado pela FGTAS na área de intermediação de mão de obra e sobre os resultados da 7ª edição do EmpregarRS, que contabilizou mais de 28 mil atendimentos e mais de 11,3 mil trabalhadores encaminhados para oportunidades de emprego: “Esses dados representam a eficácia do EmpregarRS e o envolvimento e a dedicação dos servidores das 72 Agências FGTAS/Sine participantes do evento”.

O diretor-presidente, Rogério Grade, afirmou que a FGTAS completou 30 anos, no último sábado, 27 de novembro, e destacou que a realização do EmpregarRS foi o grande presente para a população. Ainda, ressaltou o comprometimento dos colaboradores e o trabalho realizado constantemente para que todos os meses registrem saldo positivo. Ele mencionou que, em outubro, as Agências FGTAS/Sine atenderam 81.824 trabalhadores.

Agências FGTAS/Sine

Em outubro, as Agências FGTAS/Sine disponibilizaram 10.943 vagas de trabalho. Desse total, 67% não exigiam experiência e 21,7% também não exigiam escolaridade. Por outro lado, 35,3% exigiam Ensino Médio completo e 25,3%, Fundamental completo. As ocupações com as maiores quantidades de vagas abertas eram alimentador de linha de produção (1.345), atendente de lojas e mercados (472), vendedor de comércio varejista (449), operador de caixa (359) e faxineiro (304).

As Agências FGTAS/Sine que disponibilizaram mais vagas de emprego no período foram Porto Alegre Centro (1.241), Capão da Canoa (578) e Caxias do Sul (562). No que tange à remuneração, o salário de 54,6% das vagas variava de 1,5 a 2 salários mínimos; 15,7%, de 2 a 3; e 10,2%, de 1 a 1,5 salários mínimos. Com relação ao setor econômico das oportunidades ofertadas, 43,7% pertenciam à serviços; 24,1%, ao comércio; 20,6%, à indústria; 8,8%, à construção e 2,6%, à agropecuária.

As ocupações com as maiores quantidades vagas abertas no setor de serviços eram atendente de lanchonete (227), faxineiro (215) e operador de empilhadeira (196). Já as ocupações com os maiores números de vagas abertas relacionadas ao comércio eram atendente de lojas e mercados (303), vendedor de comércio varejista (301) e operador de caixa (207). Porto Alegre Centro foi a Agência FGTAS/Sine com a maior quantidade de vagas abertas tanto no setor de serviços (818 vagas) quanto no comércio (397 vagas).

Já principal ocupação entre as vagas abertas relativas à indústria era alimentador de linha de produção (809 vagas) e as Agências com as maiores quantidades de vagas desse setor econômico eram Caxias do Sul (153), Sapiranga (129) e Teutônia (125).

Por fim, as unidades com os maiores números de vagas abertas relacionadas à construção eram Guaíba (99), Triunfo (89), Santa Cruz do Sul (77) e Novo Hamburgo (68). As ocupações com as maiores quantidades de vagas desse setor eram pedreiro (208) e servente de obras (149).

Caged

No acumulado do ano (janeiro a outubro), ocorreram 1.092.228 admissões e 952.348 desligamentos, totalizando saldo de 139.880 postos. As atividades econômicas que registraram as maiores quantidades de vínculos celetistas ativos foram: serviços (1.073.757), indústria (697.415) e comércio (626.466). Os municípios que registraram os maiores saldos foram: Porto Alegre (12.956), Caxias do Sul (8.686), Novo Hamburgo (8.458).

Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social